Correios e entrega de correspondência

Anda a constar-me que os serviços prestados pelos carteiros que vão a São Marcos fazer serviço não está a corresponder às expectativas da população. Há uns tempos eram vales do correio e facturas do telefone de uma rua próxima à Igreja que iam parar aos Joios. Agora são as contribuições autárquicas que não chegam às casas dos residentes, fazendo estes deslocar-se às Finanças a Silves e a pagar juros de mora.

 

Estarei a desconhecer algum procedimento novo relativo à entrega da correspondência ou estarão os carteiros a esquecer-se de fazer o seu trabalho com eficácia e competência?

 

publicado por António Ramos às 17:14 | comentar | favorito